Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

sábado, 6 de outubro de 2007

Os Frutos do Espírito


No post passado escrevi sobre nossa carne (corpo) e tudo o que se manifesta através dela.

E podemos concluir que no corpo está toda a maldade humana, e o bem que podemos manifestar está na alma.

Para entendermos melhor, voltemos ao livro de Gálatas, no mesmo capítulo 5, mas agora nos versos 22 e 23.

“Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei”.

Vejamos o significado dessas palavras:

amor

do Lat. amore

s. m.,

viva afeição que nos impele para o objecto dos nossos desejos;

inclinação da alma e do coração;

objecto da nossa afeição;

paixão;

afecto;

inclinação exclusiva;

_________________________________________________

paz

do Lat. pace

s. f.,

estado de um país que não está em guerra;

tranquilidade pública;

cessação de hostilidades;

serenidade de espírito;

boa harmonia;

sossego;

conciliação;

concórdia;

união;

silêncio.

__________________________________________________

longanimidade

s. f.,

qualidade do que é longânime;

firmeza de ânimo;

coragem;

resignação;

magnanimidade.

___________________________________________________

benignidade

do Lat. benignítate

s. f.,

qualidade do que é benigno;

procedimento benévolo;

clemência;

bondade.

____________________________________________________

bondade

do Lat. bonitate

s. f.,

qualidade do que é bom;

boa índole;

brandura;

indulgência;

inclinação para o bem.

____________________________________________________

fidelidade

do Lat. fidelitate

s. f.,

qualidade de quem é fiel;

observância da fé jurada e devida;

lealdade;

firmeza;

afeição dedicada e constante;

probidade escrupulosa;

honestidade;

exactidão.

____________________________________________________

mansidão

de manso

s. f.,

qualidade ou estado de manso;

índole pacífica;

brandura ou suavidade nas palavras ou na voz;

vagar, lentidão no falar.

____________________________________________________

domínio

do Lat. dominiu

s. m.,

direito de propriedade sobre alguma coisa;

território sobre o qual se exerce o domínio;

dominação;

autoridade;

poder;

império;

atribuição;

alçada;

esfera de acção;

competência;

âmbito de uma arte ou ciência;

Concluí -se que então, domínio próprio seja controle sobre sí mesmo.

___________________________________________________

Claro que nenhum desses termos podem expressar exatamente o que esses nomes representam.

Podemos ver três pontos interessantes nestes pequenos versos.

- o fruto do Espírito!

Quando as palavras Deus, Espírito, Dele, Ele e assim por diante apresentam -se iniciando -se com letra maiúscula referem -se a Deus. É usada a letra maíscula do mesmo modo que para um nome próprio.

- Todo fruto do Espírito e consequentemente da alma são bons e gera o bem.

- "Contra estas coisas não há lei", porque são livres e libertam!


Todo o bem fluí da alma.

Aí você me diz:

- Mas ali se refere ao Espírito, então se refere a Deus!

Exato!

Lembra no primeiro post onde digo que Deus quando juntou o barro para criar o homem soprou em suas narinas, sua centelha, sua parte e nos deu vida?

Lembra que somos imagem e semelhança Dele?

Somos partes de Deus. Por isso várias referências bíblicas a sermos o corpo de Cristo. Em Romanos 12: 4 e 5:

“Porque assim como num só corpo temos muitos membros, mas nem todos os membros têm a mesma função”, assim também nós, conquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros,"

Somos o corpo de Deus, porque somos cada um uma centelha Dele. Juntos totalizamos o corpo Dele onde Ele é a cabeça (líder)

Aqui neste mundo, nossa alma é como canal onde Deus se manifesta. Por isso, todas as coisas boas estão em nossa alma. Todo o bem provém de Deus.

Então, todo bem emana da alma!

A alma está presa no corpo onde é sua prisão. Se o corpo recebe mais alimento para manifestar -se, a alma se recolhe. Sem alimento ela fica reprimida. Ela reprimida, Deus não se manifesta!

Chegamos no ponto primordial!

Você na realidade é a alma e não sua imagem no espelho como disse antes.

Seu corpo passará, mas a alma é eterna!

Não sei a real imagem dela, sei que ela é você, eu, nós.

Sem ela seu corpo padece.

O mais perto que puderam explicar a alma é que ela é uma porção de energia. Isso parece ser óbvio, mas não é esta energia que conhecemos, a elétrica.

Mas, a energia elétrica tem sido um ótimo meio de representarmos a alma.

Nosso corpo seria como uma lâmpada, Deus o interruptor e a energia a manifestação dela.

Quando a alma manifesta os frutos do Espírito, ela vive em comunicação com Deus. Assim sendo, ela torna -se livre, mesmo estando presa ainda nesta prisão.

Assim sendo, ela beneficia também o corpo enquanto vivo.

Diz a Bíblia que "conhecereis a árvore pelos frutos” (Matheus 7: 16).

Sua alma manifestando os frutos do Espírito, exterioriza o bem. Esse bem contagia as pessoas e tudo mais ao seu redor.

Quando a alma não pode atuar, existe um conflito interior que se choca com o consciente (os frutos da carne). Ela tenta se comunicar, mas o consciente que quer analisar a tudo que é informação que recebe, questionando, argumentando, escolhendo e sofrendo a influência do mal existente na carne, explode como uma confusão mental e emocional.

Daí vem os distúrbios psicológicos que são considerados comuns nos dias de hoje: depressão, síndromes diversas, suicídios, automutilação, auto destruição...

"Contra estas coisas (os frutos do Espírito) não há lei"

Esses frutos são livres e trazem a verdadeira liberdade. Não ficam bem quando condicionados a prisão.

Entre os tormentos de nossa atualidade moderna, há muitos religiosos. Muitos desses consideram -se acima do bem e do mal por serem fiéis a suas crenças. Já muitos afirmando já serem salvos, merecedores do céu e da cidade eterna por sua freqüência e atuação em seus templos.

Mas, não são os rótulos religiosos que diferenciam aqueles que produzem os frutos do Espírito.

Entre a multidão apressada, existem aqueles que exteriormente parecem -se com qualquer pessoa, e o que os difere dos demais é o que sua alma emana.

Pessoas que produzem os frutos do Espírito são diferentes em atitudes, no tom de sua voz, no caráter, no modo como convive em grupo com os demais, possuí empatia, transparece paz, é compreensivo, paciente, não descrimina nem recrimina, sabe manter suas opiniões sem desrespeitar ou ofender aos outros, enfim, em todo o seu comportamento, seu modo de viver, de expressar -se, as coisas que transmite mesmo sem nada dizer são algumas das características de pessoas que produzem os frutos do Espírito.

Isso não quer dizer que os que já possuem essa capacidade desenvolvida de um longo processo são mais santas, mais puras, melhores que os outros que ainda não conseguiram alcançar esse processo evolutivo e lento da alma.

Pouco se diz sobre nossa alma e nosso corpo, além das teorias já conhecidas, pouca importância se dá às necessidades da alma, os interesses atuais estão mais voltados ao consumismo e ao adquirir -se bens. Tudo isso colabora para que as necessidades e vícios da carne mantenham -se satisfeitas, fazendo com que a alma fique ainda mais enclausurada!

Nossa vida neste mundo determinará como será nossa próxima vida. Independente do que você creia, em sua crença existem ensinos de que isso ocorrerá.

Na Bíblia há algo a respeito:

"Amados, agora, somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que haveremos de ser. Sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque haveremos de vê -lo como ele é”.(I João 3: 2)

Em I Coríntios 15: a partir do verso 51 há uma menção quanto ao corpo daqueles que ainda estão vivos serem transformados, pois "... a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus...".

Se mantiver tudo o que alimenta e satisfaz os desejos da carne, nos prendemos cada vez mais a este mundo, e aqui estamos de passagem. De onde viemos, para lá deveremos tornar.

Para isso, é preciso começar o processo de libertação da alma, pois será ela que receberá a próxima vida que é eterna!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!