Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

domingo, 5 de outubro de 2008

Devotos à Deus!


Fui criada em uma igreja evangélica. Aos 18 anos me rebelei depois de ficar num castigo chamado Disciplina várias vezes e assistir jovens sendo condenados a expulsões e ao mesmo tipo de castigo por viverem intensamente a mocidade. Eu contestava demais e enfrentava a autoridade da igreja!
Eu nasci com um espírito inconformista! Deus me deu essa personalidade e com o passar dos anos se afirmou. Eu e me revoltava com a hipocrisia, o pré-julgamento, a distinção de pessoas e a falsidade que era constante num lugar onde esse tipo de coisa não deveria existir.
Valeram os anos que vivi ali... Nada é por acaso e tudo tem uma razão de ser.
Graças há aqueles anos, hoje bem sei o Deus a quem ofertei minha vida. Mas não foram tempos fáceis.
Depois que me libertei, conheci outras igrejas e religiões... O sistema que os regem é o mesmo! Decidi que não dependeria de uma religião ou templo para devotar a Deus!

Foi assim que passei a vida inteira até este momento: conhecendo a mim mesma, tentando colocar Deus como o centro de minha vida e prestando culto a Ele em espírito e verdade, seja onde eu estivesse, independente do meu modo de vida.

Não sou um exemplo a ser seguido... Não sou um poço de virtudes... Tenho defeitos e erro como qualquer pessoa e é isso que me faz sincera diante de Deus: admitir minha condição humana! A compreensão me veio... Não em toda sua totalidade, claro: enquanto neste mundo, nossa vida será um eterno aprendizado!
Constantemente me recordo de quando eu me sentava no primeiro banco do coral de jovens. Olhava todas aquelas pessoas sentadas, mecânicas e superficiais...Aquela rotina de sempre... As pessoas tão vazias como no último culto... Com seus olhares sempre perdidos... E nenhuma luz resplandecendo de dentro delas! Então me perguntava porque todas as pessoas que subiam no púlpito ao finalizar seus discursos alterados diziam: "Jesus liberta!"

Olhava para todas as pessoas... Olhava dentro de mim... E concluía que Deus não estava ali: via pessoas se arrastando acorrentadas!Todas aprisionadas! Onde estava a tal liberdade então?

Quando em algum momento da vida, doamos nossa vida a Deus, as respostas sempre virão! Ele sempre fará com que seus passos se voltem a Ele!
Ainda hoje, quando encontro pessoas da igreja onde cresci, elas me perguntam: "Quando você vai voltar para Deus?" Eu respondo: "Nunca deixei Deus! Como posso deixar alguém que nunca desiste de mim, que sempre está comigo sem se importar com minha condição? Na verdade você quer saber quando volto para a igreja... A resposta mais provável é nunca!"

Estou aqui escrevendo tudo isso, porque em meu caminho sempre encontro pessoas que viveram esse tipo de experiência, em qualquer religião. Pessoas que buscam pela relação com Deus, mas sentem-se oprimidas por serem pressionadas a acreditar que só se pode ter uma relação com Deus sendo rotulado por uma religião.

Quero lhe dizer, que a fé em Deus vai, além disso! Eu conheci meu Deus quando renunciei os rótulos! Os rótulos têm profunda ligação com o ego! É simples ser devoto, vivendo a maior parte de seu tempo numa igreja ou templo, concentrando-se em regras e doutrinas! Você seria capaz da mesma devoção sem isso?

Estamos ainda neste mundo, sujeitos as coisas deste mundo! Sua religião é uma fuga ou uma ilha onde se isola das demais pessoas deste mundo como uma auto- seleção? Ainda não é o tempo de sermos separados!

Onde fica a palavra de Deus que diz: "Em mim sóis mais que vencedores...” "Eu venci o mundo...” “Nenhum mal te sucederá nem praga alguma chegará a sua tenda”?

Não sou contra religiões: elas todas representam a multiformidade de Deus, e para cada personalidade há uma! Elas são um caminho dos homens para Deus! Não sou contra dogmas, leis e doutrinas: para haver ordem são necessárias as leis, e as leis servem para manter a disciplina! Mas há algo errado quando o nome da religião é mais importante que o nome de Deus, e quando as leis servem para aprisionar, e não para libertar!

Jesus veio para nos dar vida, e vida em abundância! Pessoas que vivem a liberdade que Deus dá são abundantes em alegria, paz e felicidade! O mundo pode estardesabando, mas elas sentem- se felizes! Não há um vazio dentro delas! Elas não fazem acepção de pessoas, não se julgam melhores e superiores, possuem humildade para reconhecer seus defeitos e fraquezas, e não precisam se auto-afirmar quanto as suas virtudes.

Liberdade, não é fazer tudo o que se quer! É poder escolher! "Tudo me é licito, mas nem tudo me convém” Ai está à liberdade! Quem faz tudo o que quer não tem opinião, convicção e não sabe o que quer. Caminha em sua jornada como um carro desgovernado! Quem é livre tem consciência que pode todas as coisas, e que pode escolher o que entre tantas coisas quer pra si, e o que há de melhor para si!
Se você chegou até aqui, e está se identificando com essas palavras, te digo: Se você for encarregado de cumprir um propósito de Deus em alguma igreja, espera com paciência. Ele irá te apontar a porta por onde deve entrar. Se você tem uma opinião formada sobre religiões devido as suas experiências passadas, não perca tempo e devote-se a Deus. Ele disse: Venha como estás! Ele não se importa como tem vivido sua vida, Ele apenas te ama! Ame- o também!
Se teu filho ou teu melhor amigo se perder no caminho, você vai abandona- lo ou vai lutar com ele?
Não importa que religião seja a sua! Em todo o mundo, mais de 90% das pessoas acreditam que existe algo superior a todas as coisas que rege o Universo. Elas entendem esse poder como Deus! Você não precisa pertencer a um grupo para confessar sua fé Nele! Você não precisa se mascarar de santo para se relacionar com Ele! Ele te quer como você é, pois Ele te fez assim!Nos teus momentos de maior angústia, é pra Ele que você ergue sua voz! Faça Dele seu melhor amigo!
Quando menos se perceber, verá que foi moldado e se transformado numa pessoa melhor! Entenderá que não precisa de nada que pertença a este mundo para obter uma comunhão com Deus! Os primeiros homens bíblicos não tinham um templo para devotá-lo: procuravam um lugar onde podiam ver todo seu esplendor.
Entenderá que a verdadeira intenção da igreja primitiva não foi separar as pessoas rotuladas de justas das rotuladas de ímpias por um falso pré-julgamento!
As promessas bíblicas eram para os judeus e o próprio Deus as estendeu a todas as gentes. Por que alguém se julga no direito de sentenciar alguém a condenação ou aos céus? E Jesus já retornou para que tantas pessoas religiosas tenham tanta convicção que já ganharam o reino dos céus? Ou cremos que um dia iremos morar ao lado de Deus Pai pela fé e pela graça? Quem é o ser humano para determinar quem é condenado?
Não se condene! Deixe sua alma se relacionar com Deus do modo que você compreende e Ele entende!

E você também vai compreender que todos nós sem exceção possuímos o mal dentro de nós! Que somos iguais: nem melhores nem piores uns dos outros. Que todos nós querendo ou não estamos ligados e que se há um corpo onde Deus quer ser a cabeça, não é de um grupo limitado, mas de toda a humanidade! Ele deu um Filho Único para morrer por todos, não foi apenas para A ou B!

Não aflija seu coração! Apenas se permita adora-lo! Convide-o a voltar a agir em sua vida! Permita que seu Espírito lhe ensine sobre tudo o que precisa saber! Ele não quer seu dinheiro, seus bens, sua imagem, seu nível social, sua popularidade!
Ele não precisa de nada que você tenha!Nós precisamos Dele! Ele apenas nos ama com um Amor que nada nem ninguém neste mundo pode dar igual!

Quer experimentar?
Ouça esta música... Cante bem alto! Navegue no rio que é Deus! Sinta e receba todo o Amor que Ele tem por ti, e o ame de todo seu coração!
Seja livre!
Seja de Deus!
Faça isso já, não perca tempo!
Estamos aqui para uma breve passagem!
Nosso lugar não é aqui!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!