Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

domingo, 15 de agosto de 2010

Pecados e Pecadores



Zapeando na tv parei em um canal onde vi um grupo de jovens de uma religião discutindo sobre "É pecado ouvir músicas que não são Gospel?" Amo música Gospel! E quem já estudou pelo menos um pouco da parte teórica músical sabe que do Gospel outros estilos evoluíram como nosso bom e velho Rock. Foi a mesma tragetória da Psicologia e outras ciências do pensamento: evoluíram da Filosofia.

Chamavam de seculares as músicas que não são Gospel e discutiam a nocividade que há em ouvi-lás. Não foi o fato de alguns jovens considerarem 'pecado' as tais seculares... É o modo como interpretam pecado e como determinam se algo é ou não do Diabo. Diante disto, precisei me expressar.

Particularmente, considero que a música é a única coisa aqui na Terra que é tão eterna quanto a Alma. Mas, lembremos a distinção entre música e barulho ou uma seqüência de sons ritmicos. Todo mundo que faz ou fez aula de música aprende a primeira lei musical: Música é esteticamente correta ao possuir Harmonia, Ritmo e Melodia. O que sai dessa lei exige análise da Teoria Musical. Quero dizer com isso que há sim muita porcaria disfarçada de música, mas há muita música boa dentro de qualquer estilo. As letras musicais provam isso mesmo a um leigo no assunto. Música é Poesia cantada.

Se boa parte dos estilos sairam do Gospel... Se para uma música é necessário harmonia, ritmo e melodia, se é poesia cantada, o que torna ela pecado ou algo do Diabo? Eu digo: as pessoas que enxergam pecado nelas. Oras, como você reconhece algo em algum lugar? Você pode dizer que conhece algo apenas de olhar, ou no caso, ouvir? Só se conhece realmente algo experimentando! Uma coisa é reconhecer algo ruim, outra é reconhecer algo do mal!

Ai é que está o ponto! Quando a religião se desvinculou da Filosofia, ofereceu as pessoas um modo superficial de interpretar o mundo, não exigindo delas que analisem profundamente as coisas. Assim elas aceitam tudo sem questionar.

Se eu reconheço 'pecado' em algo, é porque possuo esse pecado pois dele experimentei e por isso reconheço. Mas a religião procura alimentar algo estranho em seus devotos quando eles atribuem ao Diabo os erros que eles é quem cometeram.Do mesmo modo, tem muita gente culpando Deus pelas desgraças do mundo, pois é incapaz de admitir que as desgraças do mundo e os 'pecados' são obras das próprias mãos.

A Bíblia diz que 'todos são pecadores', 'todos pecaram'! O que isso quer dizer? Que pecado é presença de mal e que mal é ausência de bem! Somos pecadores porque há algo em nós que nos torna assim, é nossa carne fraca. As vontades da carne prevalecem sobre tudo, dimuindo os desejos da Alma que é sempre boa. O espírito que é contaminado pelo corpo e se a Alma tivesse seus apelos atendidos, o espírito seria reflexo dessa Alma.

Transformaram a palavra 'pecado' em algo digno de condenação a um inferno. Mas, tanto o céu quanto o inferno está dentro de cada um, basta ver no que o indivíduo reflete para o exterior de si. Ensinam que cometer um erro e arrepender-se dele é apenas errar. Continuar errando é pecar. Pra mim, pecado é não possuir consciência dos próprios atos. Pecado é praticar algo que faz doer a própria consciência.Pecado não é uma palavra de significado tão negro e obscuro assim.Pecado é o desejo do corpo dominando uma mente e uma Vida.Pecado são os impulsos impensados. Se ouvir ou não certo tipo de música é pecado, abusar de uma criança é o que?

O único problema das tais músicas seculares é que elas focam nosso estado meditativo e contemplativo para nosso "Eu" através de nossos sentidos físicos que pertencem ao corpo. Músicas espiritualistas elevam a Alma ao que é espiritual. Só isso! E se observarmos tantas de nossas ações, preferências, escolhas, veremos o que está sendo direcionado ao nosso ego e o que é direcionado ao nosso espiritual.E como podemos nos policiar o tempo todo em tudo o que fazemos ao longo de uma vida? De jeito algum! Se pensarmos bem nisso concluiremos que ninguém merece o sonhado céu.Não há como estarmos espiritualmente corretos em tudo.

É preciso que o ser humano pare de atribuir a Deus ou ao Diabo tudo aquilo que não pode dominar em si mesmo ou em seu exterior. O bem e o mal está em todos nós e nós escolhemos manifestá-lo ou não.

Se tivermos uma visão geral da comunidade humana sobre a Terra e julgarmos pela maioria, provavelmente poderemos chegar a triste conclusão de que nós somos apenas um pecado que Deus cometeu e se arrependeu disso.


Licença Creative Commons
Pecados e Pecadores by Shimada Coelho is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/pecados-e-pecadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!