Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A Mulher do Penhasco



Incansante espera
sentada neste penhasco
o faról por companhia
meus olhos no horizonte...
Que triste melodia!
*
Cenário solitário
onde tudo me faz lembrar
teus olhos eram meus faróis...
teu corpo era meu mar!
*
O vento tão insistente
convidando para dançar
dizendo que mesmo a distâcia
é possível amar!
*
Os pés descalços apertam os dedos
sentindo a grama no chão
os queixos nos joelhos
só dor no coração!
*
Cansada da busca
vagando por tanto lugar
existe apenas a certeza
que tú habitas no mar!
*
Meus olhos se perdem nas águas
sem saber pra onde olhar
como o espaço sobre mim
cada gota uma estrela
impossível de contar!
*
Morrendo e vivendo
somente para buscar
castigo eterno
jamais vou encontrar!
*
Eternamente sentada
a beira do penhasco
o olhar fixo no mar.
Em qualquer vida vivida
não importa onde
sempre busco no mesmo lugar!

Ella - Memórias do Tempo, Histórias de Fantasmas
Quinta- feira, 12 de Abril de 2007, 01: 45


Licença Creative Commons
A Mulher do Penhasco de Shimada Coelho é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at
http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/a-mulher-do-penhasco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!