Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Rubens



Menino fofo de bochechas rosadas
Por que tem tanta pressa assim?
Por que tantas gargalhadas?
Pequeno, pode contar pra mim?

O mundo não vai sair do lugar...
Não precisa correr, a vida vem ao seu encontro...
Por que vives então a te encantar?
Para correr e rir sempre está pronto...

Acorda num pulo e vai com pressa
Sai correndo para o quintal...
Conclui o que lhe interessa:
- Meu dia será sensacional!

Mas chove lá fora, menino!
“- Mas a chuva é divertida também!”
Na chuva sou dançarino!"
Será que dança a vida que tem?

"- Eu gosto do frio, mãezinha!
Pra mim não tem tempo ruim!"
Coloque então uma blusinha!
"- Já é quentinho dentro de mim!"

Menino passe protetor solar,
O sol está quente demais!
"-Mãezinha para de se preocupar,
Somos todos imortais!"

Mas faz mal ao sol ficar exposto!
"-Como pode o sol fazer mal?
O sol me abraça com gosto...
Brincar no sol é meu ritual!"

Menino desce desta árvore agora!
Não vê que pode cair?
"- Já desço sem demora,
Já vou, acabei de subir!"

Neném, onde você está?
"- Com minha pipa que brinca no ar!"
Soltar pipa sempre é festa...
"- Faz de conta que sou uma pipa a voar!"

E ri na chuva dançando...
Suando ao sol dá gargalhada...
Em cima da árvore gritando:
"- Venci minha escalada!"

Que inquietação é essa, fique quieto!
Não para em nenhum lugar...
"- A vida é meu sonho predileto!
Não tenho como sossegar!"

"-Mamãe, corre vem ver!"
Neném, eu não posso correr...
"- Você tem duas pernas, vem ver!"

"-Mamãe, vem ver, o que está fazendo?"
Rubens, estou a escrever...
"- A vida não cabe em versos, vem ver!
É legal, vem correndo!"

Faz cinco minutos que algo me mostrou...
O que mais quer me mostrar?
"-Cogumelos na madeira brotou!
Foi a chuva que fez brotar!"

Olha só... Mas agora vem pra dentro!
"- Não quero, quero brincar!"
Uma luz vai saindo de seu centro
E ele se põe a gargalhar!

Vem, Nê, vem papar comidinha!
Come devagar, pra que a pressa?
"-Mamãe não sou fominha...
Mas o dia acaba depressa!"

Estou vendo você entrar escondido
O que foi que você aprontou?
"-Sabe o que é?” - responde sorrindo...
"- Foi a chuva que me molhou!"

"-Mamãe o que está escrevendo?"
Uma poesia pra você!
Entre risos vai se perdendo...
"- Ah! Essa eu quero ver!"

Fique quieto um pouquinho, pode ser?
"- Não posso! Não quero! Não consigo!"
Eu entendo: a maior das aventuras é viver,
Pra viver não se corre perigo...

E ri das bolas de pelo que rolam pelo chão
E ri de uma careta qualquer...
Com os amigos, ri da solidão...
Para sorrir só é preciso viver!




São Paulo, 28 de Janeiro de 2009.

"Não importa meu estado de espírito, a Tristeza não consegue ficar aqui...Basta olhar para meus filhos e a Alegria salta lá do fundo e vejo como vale à pena viver."

Licença Creative Commons
Rubens de Shimada Coelho é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blogs/rubens-1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!