Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

domingo, 14 de agosto de 2011

Phantasia


É isto que restou...
Um rostinho bonito
Que de repente encantou...
E despertou um sonho finito...

Apenas isso, nada mais...
A curiosidade aguçada
Só uma fantasia, tanto faz...
Aquela que fica melhor, calada.

O desejo que atrai cobiça
Uma casca para que se vista
Sedutora de perna roliça
Nada de valor, nem bem quista!

O alimento da sanguessuga
O trapo sem uso desprezado
O buraco oco para fuga
Nada disso é valorizado...

A única pessoa no mundo
Que nenhum problema possui...
Cujo grito ecoa lá do fundo
Uma pessoa... Nunca fui...

Afastem-se valorosos, normais...
Eu não existo, podem perceber?
Só porque torno as dores banais...
Porque mesmo sofrendo, tento bem viver...

Me esqueçam!
Sou apenas ilusão de ótica
Desapareçam!
Fui criada por sua mente robótica...

Fascinante meu modo de ser?
É hipócrita quem diz que agrado...
Faço qualquer um enlouquecer...
Antes que o façam, eu me afasto...

Desista logo, e me esqueça...
Não há quem possa dentro ficar...
Vá antes que a alma pereça...
Antes que abra as asas e vá voar...

Não importa se real ou sonho...
Se viva ou se morta...
Já não existe, vê no olhar tristonho
Que diferença faz, não importa...

Ninguém...Invisível...
Fantasia na cabeça dos solitários
A ilha inacessível...
Apenas sonhos imaginários...

Lugar Nenhum, 22 de Novembro de 2008

Licença Creative Commons
Phantasia de Shimada Coelho é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!