Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Exijo a citação do autor!

Bom, vou simplificar na esperança que a pessoa que cometeu tamanha deselegância ao menos faça-me o favor de citar o nome do autor do conto, que no caso sou eu!


Apenas eu sei em que circunstâncias esta história me foi contata e por quem! Tenho registrado em um diário com data do ano em que recebi a história. Também tenho a primeira publicação na Internet que data de 2008 com reedição em agosto de 2009.


Já que a licença Creative Commons me dá o direito de defender a autoria na Justiça, peço que retifique a suposta tradução e atribua a autoria do conto! Além disto, se nenhuma providência for tomada, é me concedido o direito de incluir o nome da tal pessoa na Lista Negra de Plagiadores!


Eu não ganho dinheiro com o que eu mesma escrevo muito menos utilizo a Arte de Escrever para ganhar popularidade! Portanto, não aceito que alguém faça o mesmo com o que é de minha autoria!

http://www.recantodasletras.com.br/contos/1295131

Minha primeira versão do conto, que foi a tradução da conversa com Frank. Na época eu usava o heteronomio de Melissa Cavanaugh. O texto é praticamente Frank contando a história.

"Uma história de amor

Ela era tão notável, muitos sujeitos ficam atrás dela, enquanto ele era tão normal.
Ao fim a festa, ele a convidou a tomar um café com ela, ela aceitou.
Eles sentaram em um café agradável, ele estava muito nervoso em ir para casa.... de repente ele perguntou ao garçom: "você por favor me daria um pouco de sal?Eu gostaria de pôr isto em meu café.

" Todo o mundo fitou a ele, tão estranho!A face dele se ficavam vermelhas, mas, ainda, ele pôs o sal no café dele e bebeu.

Ela lhe perguntou curiosa: Por que você tem este hábito estranho?

Ele respondeu: "Quando eu era um pequeno, eu estava vivendo perto do mar, eu gostava de mergulhar no mar, e eu podia sentir o gosto do mar,há pouco igual o gosto do café salgado. Agora toda vez eu tenho o café salgado, eu sempre penso na minha infância , penso em minha cidade natal, eu penso tanto na minha cidade natal, eu sinto falta de meus pais que estão ainda 
vivendo lá." 

Enquanto dizia isso as lágrimas enchiam os olhos dele. Ela foi tocada profundamente. Ela pensou: Esso é o verdadeiro sentimento dele, do fundo do coração dele. Um homem que pode exteriorizar a nostalgia dele, 
ele deve ser um homem que ama casa, cuidados sobre casa, tem responsabilidade com família. 

Então ela também começou a falar, falou sobre a cidade natal distante dela, a infância dela, a família dela. Isso era uma conversa realmente agradável,também um começo bonito da história deles.Eles continuaram conversando.

Ela achou que de fato ele era um homem que conhecia todas suas necessidadaes; ele teve tolerância, era sempre amável, caloroso, cuidadoso. 
Ele era tal uma pessoa boa mas ela sempre sentiu falta dele!Graças ao café salgado dele!

Então a história há pouco era igual toda história de amor bonita, a princesa se casou com o príncipe, então eles estavam vivendo a vida feliz. .... E toda vez ela fazia o café para ele, ela colocava um pouco de sal no café como sabia que ele gostava.Depois de 40 anos, faleceu ele, deixou uma carta que disse para ela: 

"Minha querida, por favor me perdoe, 
perdoe por mentir a vida inteira.

Esta é a única mentira que eu disse a você--O café salgado. 
Se lembra o primeiro dia que nós conversamos? 

Eu estava tão nervoso naquele momento; de fato eu quis um pouco de açúcar, mas disse sal.
Era duro eu mudar assim, então prossegui. 
Eu nunca pensei que isso pudesse ser o começo de nossa relação! 
Eu tentei contar a verdade muitas vezes em vida, mas eu tinha demasiado medo de fazer.
Eu prometi não mentir a você em qualquer coisa. Agora estou morrendo, e amedrontado!
Assim eu conto a verdade: Eu não gosto do café salgado, tem um gosto ruim e estranho. Mas eu quis o café salgado para
minha vida inteira! 
E considerando que eu a conheci através dele, eu nunca me senti arrependido por qualquer coisa que eu tenha feito por você. 
Você comigo fui feliz por minha vida inteira. Se eu pudesse viver uma segunda vez! Ainda assim iria querer você pela minha 
vida inteira, embora eu tenha que beber o café salgado novamente."

As lágrimas dela fizeram molhar a carta. Em algum dia, alguém lhe perguntou:Qual era o gosto de Café Salgado?
- É doce...- ela respondeu.

Agora era a convicção dela que a fez acreditar que ele gostava de Café Salgado... E isso era a verdade pra ela...Do mesmo modo, se alguém põe uma fotografia de celebridade ou Até mesmo uma Fotografia de um Animal ou qualquer outra fotografia....Sempre há uma Razão para isso.... Interpretações pode ser várias mas a Razão é única....  E só é conhecido à si mesmo.... Todos tem uma razão.... tudo tem uma Razão.... Muitas coisa nós não acreditamos, 
nós sabemos a razão....

É acreditado que coisas que não são vistas são verdade baseado no que é ouvido... Esta é a Psicologia humana....Um peixe em Aquário acredita que Aquário é o Mundo e as Plantas de Plástico são reais... Do mesmo modo um peixe no Oceano: Acredita que o Oceano é o Mundo e as Plantas Vivas são reais....

Convicção é algo cuja força depende de quanto a pessoa confia .... Uma dúvida leva 1000 convicções mas quanto muitas convicções podem levar 1000 dúvidas?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!