Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

terça-feira, 24 de abril de 2012

Auto Rabisco

                                                                                    

Eu sou traços em formas inconcisas
Estranhas que criam entre riscos e linhas
Imagem destorcida imprecisa
Refletia nas atitudes tão minhas...
*
Sou a ilusão de ótica confusa
Visão psicodélica no tempo
De emoção variável difusa
Prisioneira de honorável templo...
*
Sou os rabiscos que refletem minha visão...
Sou as linhas que desconhecem limites...
Sou o doce que causa aversão...
Impossível é que me imites...
*
Sou a realidade que ninguém deseja
O retrato que esconde segredos...
Uma vontade que um sonho despeja...
Uma canção desafinada sem enredo...
*
Sou a que abraça, mas não suporta o toque...
A esponja que absorve todas as dores
Sou o incomodo que não há quem invoque
Uma flor de incertos odores...
*
Sou a que ama a distancia
E eleva nomes em oração...
Sou um bicho em eterna inconstância...
Sou o contínuo compasso do coração...
*
Sou a vela acesa derretendo...
Pequena luz que quer vencer a escuridão...
Limitada... Aos poucos...Desfazendo-se...
O atrevimento apreciador de solidão...
*
Sou a palavra dura que oculta amor...
Devoção pela vida, centelha divina...
Sou quem sem medo enfrenta a dor...
Sou corpo de mulher com alma de menina...
*
Sou aquela gargalhada vulgar
Ecoando exibida no meio da rua
Sou a graça sem graça ímpar
Sou a insana Alma Nua!
*

Shimada Coelho - Direitos ReservadosPublicado no Recanto das LetrasProtegido sob o código T1409439


Um comentário:

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!