Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Aqui Jaz


"Aqui jaz a sombra do que fui um dia... 
Restam apenas trapos.
O bagaço.
Os resíduos.
Aqui jaz o fantasma que vaga entre cômodos,
Assombrando sempre a mesma casa.!

Lá do fundo - entre as entranhas - 
Há uma fonte de dor...
Ora seca-se...
Ora feito um passe de mágica
Volta a jorrar...

"As pessoas que amei foram as que mais acreditei.
E também as que mais me machucaram..."
Não se sabe se palavras, se atitudes 
- ou a falta de tudo isso- 
Não se sabe se a dor...
Que matou-a lentamente...

Palavras faltaram para animar no cansaço...
Palavras foram demais para reabrir cicatrizes...
Atitudes faltaram: nenhuma mão foi estendida...
Atitudes em demasia: tantas mãos para empurrar ao abismo...

Aqui jaz a Ostra ressecada sem Mar:
Impotente e estéril,
Incapaz de produzir uma única pérola...
Aqui jáz um sepulcro caiado,
Sem flores e sem glórias...
Sem galardão e sem palmas...
Jaz uma caixa sem graça e vazia...
Os sonhos, os desejos e anseios
São tão invisíveis quanto esta criatura que aqui jaz..."

Licença Creative Commons
Aqui Jaz de Shimada Coelho é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!