Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Há Vida Além da Internet

Assim como sei que esta publicação não irá alcançar a todos da minha lista, também sei que nem todo mundo assistirá este vídeo até o fim e irá ler a mensagem que ele contém. Mas, minha convicção me leva a crer que serão alcançadas as pessoas que precisam ler isto. Não sou muito boa em falar de mim mesma ou do que sinto mas, vou tentar...

Infelizmente e por constatação, acredito que há pessoas neste mundo apenas para ocupar um espaço e há outras que vieram para cá para contribuir de alguma forma seja em seu modo simples de viver, seja através de seu trabalho ou de sua crença, seja através de suas atitudes ou seu exemplo. Estas pessoas são como transmissores de energia benéfica. São essenciais para que a humanidade que ainda há no mundo seja preservada. Nunca foi importante alcançar o mundo inteiro e nem toda a população mundial: basta a cada um alcançar as pessoas próximas...

Hoje, amanheci um pouco triste... Alguém tirar a própria vida - seja lá quem for - sempre irá me afetar. As reflexões sobre a Morte são meus terrores noturnos... Penso na Morte toda noite porque ela é a única coisa neste mundo que somos incapazes de dominar ou impedir. Ela irá surpreender a cada um de nós e não temos como fugir a isto. Meu cérebro não é capaz de processar as informações que me faria compreender um pouco sobre a Morte. Não sou capaz de compreender como uma pessoa pode estar aqui e de repente, não está mais. E como mesmo não estando, a Vida segue como se a pessoa ainda estivesse aqui. Não compreendo como pode haver pessoas que não acreditam numa vida além desta: qual o sentido então de estarmos aqui e vivermos tudo o que vivemos? Qual o real valor de uma pessoa se ela apenas nasce, cresce, se desenvolve, se reproduz, envelhece e morre? Nem a folha seca desprendida no Outono termina quando cai...

Por isso, tenho procurado viver cada dia como se fosse o último mas, descobri que não sei muito bem como fazer isso em 24 horas. Na lista de coisas a realizar antes de morrer, a maioria delas não cabem no meu Presente tão repleto de afazeres e compromissos familiares. E ainda precisamos nos deparar com pessoas que interrompem nossa rotina com situações que preenchem a rotina delas... Não pense você que a conversa tem peso mórbido, indiferente ou carregado de frieza... Não preciso esperar um diagnóstico de doença incurável ou estado terminal para me dar conta de tudo o que ainda quero fazer...

Nesta inaptidão de usufruir a Vida em liberdade, falta sempre alguém com quem conversar... Alguém que diga exatamente aquilo que precisávamos ouvir... Alguém que não digite frases feitas ou instantâneas porque está conversando com várias pessoas em outras janelas... Quando foi a última vez que alguém te olhou nos olhos e soube exatamente que você não está bem? Quem te conhece realmente a ponto de estar apta a te dizer o que você precisa ouvir?

Eu nasci com um modo diferente de compreender o mundo. A solidão não me dói, muito menos o anonimato: eu gosto de estar sozinha e gosto do clausuro pois, esta é minha natureza. Mas, tenho certeza absoluta que a maioria das pessoas no planeta não conseguem sobreviver com um modo de vida assim...

Rede social pra mim não serve para fazer amigos pois, sou do tipo que prefere preservar o que já tem. Serve para eu poder saber como estão meus parentes e amigos distantes. Serve para divulgar meu trabalho que não é dos melhores mas, é apreciado por algumas pessoas - o que me deixa muito satisfeita. Porque nunca desejei alcançar o mundo... Somente quem deveria cruzar meu caminho...

Então, enquanto analisava cada palavra deste vídeo e sentia ao mesmo tempo minha dor interna, minha sogra, meu cunhado e minha cunhada aparecem na porta de surpresa. Não me lembro há quantas semanas eu não vejo ninguém além de meu marido e de meus filhos. Porque meu clausuro e meu isolamento me protegem contra a estafa sensorial que sofro... Porque eu posso sentir cada vibração que vem das pessoas... Porque eu posso notar cada músculo e nervo que se move na face e interpretar todos eles... Porque sei o que se esconde nas palavras e no tom de voz...

Esta surpresa foi para mim como um sinal porque acredito em sinais. E me dei conta de como estou comprometida com pessoas através de uma máquina e quantas pessoas existem no mundo real tão próximas, tão disponíveis para uma conversa e um abraço, tão solidárias, tão francas... Como é bom as vozes se atropelando sem críticas, sem julgamentos, sem recriminações... Como é bom o toque, o calor humano, o espelho em que o outro se transforma diante de si...

Por muito tempo, me perguntei porque as pessoas na internet diziam tantas coisas boas sobre mim mas, eu não ouvia as mesmas coisas das pessoas do meu convívio... Na verdade, elas me consideram do mesmo modo que as pessoas na rede e até mais, só que mostram isso com atitudes.

Não estou dizendo para deletar o perfil da internet... Estou dizendo para deixá-lo em segundo plano... Estou dizendo para ele não ser a prioridade em sua vida... Porque o tempo na internet voa mas, no real, ele fica marcado como se fosse eterno!

Estou dizendo para deixar neste mundo o que você veio trazer! Estou dizendo para 'Ser' primeiro para as pessoas que estão perto de você! Porque as pessoas ao seu redor não são um acaso e você não é um acaso na vida delas!


Abaixo, poema  legendado de Gary Turk entitulado Look Up.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!