Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

sábado, 20 de agosto de 2011

Fronteiras


"Lamento tanto...
Era para ser brisa, não ventania...
Era para serem ondas dançando, não tormentas...
O paraíso oferecido não pode ser visto,
Pois alguns Guardiões corromperam-se!

A cobiça desejou o lugar mais alto: o teu lugar!
A cobiça regride teus passos e te leva abaixo...
Encontrarão um modo de dizimar tua espécie...
Limitarão teus dias... Abreviarão tua existência...
Querem tardio o resultado do aborto...

Nada por ser feito...
São muitos os véus que cobrem a entrada da Mesquita...
São negras as vendas que tiram o brilho da íris...
Os passos já se acostumaram com o caminho dos desiludidos...
Os braços não se dobram mais: querem sempre mais...

Aproveita então o Sol de teu renascimento...
Pois quando a imensidão escura vier sobre ti será definitiva:
Não mais brilharão as estrelas e os astros no infinito...
Aproveita a caminhada, pois é breve o caminho,
Logo o chão engolirá teus rastros...

O Tempo dilacera pouco a pouco o Espaço...
Estagna-se... Ilimita-te mais e mais...
Logo a carne rasgará caindo aos teus pés...
Será então além do Horizonte, além das estrelas,
Além do Sol e das tantas Galáxias...

Ouve agora, a Orquestra se afina para o grande espetáculo...
Quando o Mar agitar-se e as Nuvens engolirem-se,
Os raios e trovões tocaram as trombetas anunciadoras...
Tremerá a Terra até os ossos e vomitará suas lembranças...
A agonia ante o inevitável trará medo e pavor...

Não será o princípio das dores, pois na dor foi concebida...
O que determina fim não pode ver além dos que os olhos podem enxergar...
Serão as certezas tornando-se seu pior pesadelo, derrubando suas verdades ao abismo...
Um re começo imprevisível... Renascimento esperado e Cósmico...
Será tua vergonha revelando-te cego no descaso da reles existência."


Licença Creative Commons
Fronteiras de Shimada Coelho é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!