Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

sábado, 27 de agosto de 2011

Lassus



Quando a oferta generosa
Está bem posta à mesa elegante,
Come primeiro o aroma agradável,
E pode então saber se o alimento será prazeroso,
Ao paladar tão exigente.

Embora uma vida nada ostentosa,
Da própria Vida foi astuta desafiante,
Tornando-se reles mortal miserável,
Devido ao seu gesto tão cobiçoso,
Viaja no mundo indigente.

O que colhe é espinhos, nenhuma rosa,
Consciente de ser apenas viajante,
Em um vai e vem infindável,
Banido de seu reino majestoso,
Serviçal de tanta gente.

Sua vida sem glamour, mera prosa,
Feita de histórias de um ser errante,
Com cada relato inimaginável,
Uma existência circular - ato vicioso-
Questão eterna e pendente.

Chora agora pela terra ditosa,
Que do Sol é tão e mais distante,
Lar etéreo e inigualável,
Voltar pra casa - sentimento saudoso-
Limitado em um corpo permanente.

@shimadacoelho



Licença Creative Commons
Lassus de Shimada Coelho é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!