Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Vazão



O que dizer de sua dor? Haverá um momento em sua vida que - de tanto senti-la - se acostumará a ela.


Foi a dor que atingiu seu pico mais alto, latejou com intensidade tamanha que vibrou, despertando-me no meio da madrugada ao ouvir teus gemidos ensandecidos. Todos são capazes de suportar a dor, mas ninguém pode ser simpático enquanto a sente!


O abismo de distância que nos separa não é tão grande assim, porque tua dor doeu em mim! Doeu mais certificar-me que estás se habituando a ela... Ela é tua sensação mais verdadeira e verdadeiramente intensa!


A dor é algo assim tão pessoal! Ela tortura, massacra, dilacera e vai perfurando corpo, alma, coração e mente! Um breve momento onde a eternidade dá provas de que ela é possível! Tua dor é você entalando-se no estreito de seu Tempo!


A dor parece ser o único aviso deste mundo que alerta e de imediato damos a devida atenção - embora não signifique que teremos a atitude mais acertada ...


Porque a dor desespera por ser desespero gemendo! É a solidão mais doída quando falta o colo silenciador... Uma bússola incapaz de encontrar o Norte... É uma alma debatendo-se para avisar que é viva e um corpo contorcendo recusando-se morrer! 


Na dor há garantia do grito, mas não do alívio, muito menos de ser ouvido... Porque é algo assim tão pessoal...Intransferível... Mas assim como se pode sentir o Amor que por nós o outro tem, é possível sentir doer a dor de alguém!


A dor de amor me dói por ser uma ausência que - mesmo assim -  faz meu coração ver o mundo mais colorido porque - mesmo sem notá-lo - você não pode impedir que o mundo me pareça tão mais bonito! Mas maior dor é sentir o quanto te dói ter dor e nem poder curar suas feridas...


Licença Creative Commons
O trabalho Vazão de Shimada Coelho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!