Destaque para outras Almas Nuas

Cosméticos Profissionais

Blog Foco na Rotina

sexta-feira, 20 de julho de 2012

"AMA o amigo e na angústia nasce um irmão!"




Lembrei de uma história que quero compartilhar porque é apropriada para o dia de hoje...


Desde criança eu sempre tive essa coisa de querer me voluntariar, ajudar... O outro sempre me foi muito importante! Claro que ao longo dos anos fui aprendendo que esse tipo de coisa não é bem como eu pensava: você não pode viver 24 horas por dia em função do outro. 


E nessas de me engajar numa causa e outra, em levantar bandeiras vivi este aprendizado. Há alguns anos atrás - sem querer - me vi envolvida com muitos suicidas. Estava em uma causa social e por 'acidente', suicidas começaram a me procurar. A grande maioria deles adolescentes. Eu os recebi porque sei como é ser tão jovem... A criança dentro de mim nunca adormeceu! E sempre compreendi perfeitamente o suicida. Meu vizinho por exemplo é um! Sempre acabo aprendendo algo novo com ele embora ele nem se dê conta disto. Na década de 80 ele se jogou do Viaduto do Chá e sofre as conseguências do que não o matou... Deixou inválido.
Dois dos adolescentes que conheci foram especiais. Acabei me apegando e criando um laço afetivo grande. Um garoto e uma garota que eram amigos. O que os uniu foi a Morte! Ambos suicidas que se auto mutilavam, encontravam um no outro um modo de desabafar sobre aquele sentimento ruim e tão comum entre eles. 


Certo dia, a garota encontrou-se em crise. O garoto arrumou um modo de me comunicar e pediu que eu ajudasse. Não sabia como ajudar estando distante pois, eles na maioria ficam no anonimato. Começamos uma conversa de aúdio - os três - na esperança de que durante a conversa ela se acalmasse. Houve um momento em que ela começou a narrar passo a passo o que estava fazendo: pegou vários vidros de xarope, uma seringa e pretendia injetar tudo aquilo no peito. Eu não tinha vivido uma experiência como aquela. Geralmente as pessoas que ajudava estavam diante de mim. O garoto entrou em desespero e tentou ligar no celular da menina. Escutávamos no aúdio o aparelho tocar mas ela não atendia. Ele tentou ligar para a residência para avisar os pais. Ela premeditadamente havia desligado todos os aparelhos. Ele entrou em pânico e avisou que estava indo pra lá. Mais que depressa ela se injetou. O aúdio do garoto ficou mudo depois que ouvi a porta bater. O som da queda da garota foi nitido. Minutos depois o aúdio revelava gritos, muitas vozes, desespero. Ela foi levada ao hospital a tempo. Precisou ficar internada no centro psiquiátrico. Entre injetar o xarope e ser estabelizada no hospital, algumas coisas loucas - mais loucas - aconteceram que se eu contar ninguém vai acreditar. Mas, ela se arrependeu de ter atentado contra a própria vida - e não havia sido a primeira vez - e desejava viver.


Ela se recuperou, saiu do hospital e algo dentro dos dois mudou radicalmente. Depois de umas semanas não eram apenas amigos, eram também namorados. Agora, o Amor os unia. Desde a última vez que tive notícias, não houve mais nenhuma tentativa.


O que quero dizer com esta história, lembrando que tanta coisa ruim acontece neste dia porque ainda há pessoas neste mundo sem amigos, é que há uma grande diferença entre ter um amigo e ser um amigo.


Hoje em dia não vejo muito aqueles que são amigos mútuos. Há aquele que tem um amigo e com ele desabafa tudo, conta tudo e fala, fala, fala e o outro sempre está ali, ouvindo sempre prestativo. Este que ouve é o amigo. O amigo é aquele que está disponível quando tudo vai bem ou quando tudo vai mal. É aquela pessoa que sempre procuramos quando mais precisamos e o único com quem podemos contar. Aquele que tem um amigo para todos os momentos, nem sempre é amigo também... Nem sempre é lembrado quando alguém precisa.


Temos amigos e somos também amigos? Lembrando da história dos suicidas, um amigo salvou o outro... Em dado momento da história a garota tinha um amigo, mas não era amiga do garoto. Até que ambos se tornaram amigos mútuos e o Mal, a Morte se foram dando lugar ao Amor! 


"AMA o amigo e na angústia nasce um irmão!"


Licença Creative Commons
O trabalho Ama o amigo e na angústia nasce o irmão! de Shimada Coelho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem vindo!
Obrigada por comentar!